quarta-feira, 11 de julho de 2007

As Experiências do Pai

fora da época...

O pai frequentou no último mês formação em apicultura que o tem deixado eufórico. Inventa experimenta, faz e desfaz sem medos e receios de errar... como um jovem que quer descobrir sem ter que esperar a melhor altura!
Na última semana de Junho instalou 3 capta polén, na pior época para o fazer, é bem verdade, mas valeu pela experiência que nos deixou surpreendidos com a colheita: 600gr em 3 dias nas três colmeias!... Foi congelado e todos cá em casa comem polén!... Esta produção para consumo caseiro, vai pegar!... distribuiu pranchas colectoras de própolis e anda entusiasmadíssimo a fazer mestras, transvases de larvas, nucleos de fecundação... ... ... hoje apresentou-me uns quadros porta mestreiros que fez... ... ... é isso!... não para!...
Pena que esta vontade sem medos ocorra na pior época!
Mas como ele diz para se absolver de todos os erros: não somos produtores de mel, nem de abelhas nem de coisa nenhuma... somos amadores que gostamos de brincar com as abelhas...
Eu também o absolvo e admiro a sua segunda juventude!

1 comentário:

jjp disse...

bom dia
Foi com enorme prazer que encontrei o seu blog na net, depois das minhas pesquisas diárias sobre apicultura.
Sou um iniciado nesta área, que comecei atraves de uma brincsdeira iniciada em Fevereiro deste ano com uma colmeia oferecida por um amigo meu que se desfez das suas por falta de gosto. A comeia estava fraca, tinha células reais, tinha vários buracos de fuga no ninho e alças...
O transporte foi uma aventura, com ferradas pelo meio, abelhas à solta na carrinha...
Neste momento já tenho 8 colmeias.
Já apanhei dois enxames, e os outros foram-me oferecidos.
Estou com um entusiasmo enorme acerca deste assunto. No entanto tenho uma grande falta de conhecimento acerca do maneio e práticas para melhorar a exploração.
Tenho algumas dificuldades com as pessoas vizinhas, que tudo sabem sobre abelhas, e que quando leio algo sobre elas, verifico que estão errados.
Talvez possamos conversar algumas vezes e trocar ideias?
Já agora, chamo-me João e sou dos Açores.